1.png
  • Katarina Ferreira

CUSTO DE VIDA NA HOLANDA EM 2021

Em 2020 eu fiz esse mesmo conteúdo para vocês, e aqui está o custo de vida estimado para 2021 na Holanda. Prepara o bolso e vem ver o que esperar!



O custo de vida na Holanda é relativamente acessível para a Europa, embora o custo de vida em Amsterdam seja geralmente mais alto.

Vamos combinar que custo de vida na Holanda não é barato, mas é possível viver aqui sem ir a falência - Para vocês terem uma ideia, o salário mínimo de pessoas com 21 anos ou mais é de €1684,80 em 2021.


No Índice de Vida Melhor, a Holanda tem um bom desempenho em termos de bem-estar geral e está no topo em equilíbrio entre vida pessoal e profissional.


Custo de Vida Geral


O custo de vida geral na Holanda é normalmente mais barato do que nos países da Europa Ocidental, apesar de oferecer o mesmo padrão de qualidade para alimentação, habitação, serviços públicos e transporte público. Os empregos são ligeiramente menos bem pagos do que na França, Reino Unido, Bélgica ou Alemanha, mas mais elevados do que na Espanha, Itália e Portugal.


A moradia é uma grande parte do custo de vida dos expatriados na Holanda, devido à alta demanda (e baixa oferta) de propriedades para aluguel de qualidade, influenciando especialmente o custo de vida em Amsterdam. Para estudantes e solteiros com um salário modesto, dividir a casa é a melhor opção.


A comida, por outro lado, é relativamente acessível ao fazer o orçamento do custo de vida na Holanda.


Moradia


Sua popularidade significa que o custo de vida de Amsterdam é significativamente mais alto do que em outras partes do país, com preços de aluguel mais altos do que em cidades comparáveis ​​na Europa, embora dependa de qual bairro de Amsterdã você escolher. Viver nas áreas centrais de Amsterdam é particularmente caro.


O custo de vida em Amsterdam é estimado em:

  • 36% mais caro que Madrid

  • 16% mais caro do que Munique

  • Quase igual a Paris

  • 17% mais barato que Londres

  • 23% mais barato que Nova York

O custo de vida em Utrecht é estimado em:

  • 22% mais caro que Madrid

  • 12% mais caro que Berlim

  • 11% mais barato que Paris

  • 26% mais barato que Londres

  • 31% mais barato que Nova York

O custo de vida em Rotterdam é estimado em:

  • 17% mais caro que Madrid

  • 8% mais caro que Berlim

  • 14% mais barato que Paris

  • 29% mais barato que Londres

  • 34% mais barato que Nova York

O custo de vida em Haia é estimado em:

  • 23% mais caro que Madrid

  • 13% mais caro que Berlim

  • 10% mais barato que Paris

  • 25% mais barato que Londres

  • 30% mais barato que Nova York

Alugar ou comprar?



Amsterdam e Haia têm os preços de aluguel mais altos e, devido à enorme demanda, a concorrência é acirrada. Viver em áreas menos urbanizadas pode ser muito mais barato e ainda bem conectado por ferrovia e rodovia. Holanda é uma nação de proprietários de casas e comprar uma propriedade pode ser complicado para os expatriados. É aconselhável procurar a ajuda de um intermediário que fale inglês, embora mais de 90% dos nativos falem inglês de maneira adequada.

Se você está pensando em comprar um imóvel na Holanda , quanto vai gastar depende muito da área em que está comprando. Por exemplo, o preço médio de um imóvel em Amsterdam é agora de mais de €450.000, mas o preço médio geral de um casa na Holanda é de €300.000.

No entanto, muitos expatriados alugam na Holanda. Um custo inicial típico é o depósito caução, geralmente um ou dois meses de aluguel, pago ao locador. Alguns contratos de aluguel também incluem custos de funcionamento.

Os estudantes que se mudam para a Holanda podem encontrar acomodação mais barata em sua universidade. A maioria das universidades tem projetos de acomodação que reduzem drasticamente as taxas de aluguel e torna mais fácil para os alunos encontrarem uma acomodação adequada. Você deve esperar pagar entre € 300 e € 450 por mês, mas terá que dividir com três ou quatro outros alunos.


Contas e afins




Em 2021, de acordo com o site dutchreview.com a energia e o aquecimento devem se tornar um pouco menos caros - de fato já até me ligaram da energia para melhorar o meu contrato.

Apesar dessas boas notícias, é prático questionar quanto você está pagando e até mudar de provedor a cada ano para economizar um pouco de dinheiro. Seja gás, eletricidade, água ou a Internet, existe um site de comparação por aí, como gaslichtvergelijken e providercheck.

Portanto, avalie suas opções!

Ah! E a água está ficando apenas alguns euros mais cara após o aumento do IVA. Não será um aumento significativo, mas é bom saber para ficar de olho no desperdício.


Se você é novo em Amsterdam, pode achar o sistema para pagar suas contas de gás e eletricidade um pouco estranho. É cobrada uma taxa fixa a cada mês, com base no uso médio previsto para sua casa.

Dai, uma vez por ano, você receberá de volta o dinheiro que pagou a mais pelo uso ou terá que pagar pelo excesso que consumiu.


Você pode esperar pagar uma média de €120-200 por mês pelo gás e eletricidade combinados. De €15-30 por mês para água e de €32-67 para internet.


Transporte Público



A melhor maneira de se locomover na maioria das cidades holandesas é de bicicleta. Mesmo as grandes cidades, como Amsterdam e Haia, são bastante compactas e é um prazer andar de bicicleta. Então já incluía esse valor na sua lista, você vai precisar comprar uma bike!


O transporte público na Holanda é abrangente, incluindo redes de bondes, ônibus, metrô e trens. Uma única passagem de bonde, ônibus ou metrô na Holanda custa € 3, mas o seu bilhete é válido para vários meios de transporte público (exceto trens) dentro de uma hora após a validação do seu bilhete. Os bilhetes para vários dias variam entre € 7,50 e € 34.


E existem ainda maneiras de conseguir serviços mais baratos. Por exemplo, com os trens, você pode comprar assinaturas, o que significa que você pode economizar até 40% de desconto em determinadas horas! Algumas assinaturas mensais cobrem todas as viagens, e você paga uma vez por mês.


Você pode comprar bilhetes por hora ou por dia para esses serviços. No ônibus, você pode pagar apenas por essa rota. Se você comprar um cartão OV Chip (7,50 €), poderá recarregá-lo e pagará a tarifa com base na distância percorrida. Na maioria dos casos, isso é MUITO mais barato do que comprar passagens por hora (dependendo de quanto você viaja).

Se você se deslocar muito a cada dia, um bilhete diário é barato e oferece a liberdade de usar o metrô, os bondes e os ônibus naquela cidade o dia todo.


Mercado mensal



Os alimentos básicos não são excessivamente caros na Holanda. Uma dica para economizar nas compras de comida é optar por feiras e açougues. São uma ótima maneira de comprar alimentos muito mais baratos que o custo dos supermercados, e tem várias feiras livres por aqui.


Se você tem um orçamento menor para alimentação, vá para Aldi e Lidl ou para os mercados de rua, onde você pode economizar entre 10 e 15%. Como regra geral, as famílias de expatriados devem orçamentar em torno de € 300– € 500 por mês para compras básicas de alimentos, enquanto os solteiros poderão esperar gastar uns 250€, mas claro depende do seu estilo de vida.


Expectativas de salário em Amsterdam

Claro, eles vão variar muito com base na indústria e na experiência, mas em geral, os salários holandeses são bastante médios - um pouco mais baixos do que nos EUA e no Reino Unido, por exemplo, mas ainda geralmente bastante administráveis ​​em relação ao custo de vida. De acordo com o Dutch Central Planning Bureau (CPB), o salário médio bruto em 2020 era de € 36.000, o que significa um salário líquido mensal de cerca de € 2.150 . Em 2021, o salário médio projetado é de € 36.500.


O salário mínimo nacional para 2021 é fixado em € 1.684,80 por mês (€ 20.218 por ano) para adultos com mais de 21 anos.


Uma coisa boa sobre trabalhar na Holanda é que seu empregador é obrigado a pagar a você o pagamento de férias anuais , que é 8% do seu salário. Ao negociar o salário, o fato de esse valor estar ou não incluído na oferta pode fazer uma diferença significativa no seu salário cotado.


Impostos que já vão embora do seu salário


Os Países Baixos têm alguns dos impostos mais altos do mundo. Existem também incentivos fiscais especiais para contribuintes não residentes, incluindo a regra holandesa de 30% . A porcentagem do imposto de renda holandês é baseada na receita e inclui a receita mundial da seguinte forma:


2019

  • Até € 20.384: 36,65%

  • €20,384–€68,507: 38.1%

  • €68,507+: 51.75%

De 2021

  • Até € 68.507: 38,1%

  • €68,507+: 51.75%

Saúde


Depois de tudo isso ainda tem o bendito seguro saúde que também ficou mais caro.

Os cuidados de saúde são privados por aqui e custam caro. O pacote mensal de assistência médica 'básico' é de aproximadamente € 115 mensais e cobre os cuidados de saúde básicos e de emergência (mas você paga os primeiros € 385 de usos, por exemplo, fez um exame de sangue paga, exame de qualquer coisa paga...ai se ultrapassar você não paga mais). Veja mais sobre isso aqui.




Educação e Creche

O custo dos cuidados infantis holandeses varia dependendo do centro e do tipo e frequência de cuidados de que necessita para o seu filho. A creche e o jardim-de-infância para os mais pequenos custam em média cerca de 750 € por mês , com descontos se tiver mais filhos. Para cuidados depois da escola, os custos variam entre € 650 e € 800 por mês .


Alguns pais optam por babás ( oppas ), que geralmente cobram cerca de € 7 por hora para o adolescente menos experiente ou € 15 por hora para alguém com mais experiência.


Au pair provavelmente seria a opção menos cara para sua família, muitas vezes trocando quarto, alimentação e um pequeno salário por uma semana de trabalho de 30 horas.


Muitos residentes na Holanda se qualificam para um benefício de creche ( kinderopvangtoeslag ), em que o governo subsidia o custo. Isso dependerá do número de filhos que você tem em creches, de sua renda e de sua situação social. Você pode calcular quanto vai pagar usando uma calculadora online .


Conclusão


Cada um tem um estilo de vida e faz suas próprias escolhas. São vários gastos diferentes isso aqui na Holanda ou em qualquer país no mundo. Porém, conseguimos ter uma média de custos que servem para todo mundo já que os preços são fixos, só que no final, o seu estilo de vida é o que vai determinar as contas no final do mês. Veja os preços médios do custo de vida sem aluguel ou hipoteca:

  • Pessoa solteira - € 914,14

  • Casal - € 1.716,35

  • Família de quatro - € 3.266,64

O valor médio de aluguel para somar a esse valor acima seria de €1.650 o aluguel de um apartamento de 1 ou até 2 quartos. Mas esse valor é bem por baixo e pode variar bastante principalmente dependendo do bairro que você for escolher morar.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo