1.png
  • Katarina Ferreira

GUIA DE COMO COMPRAR SEU IMÓVEL EM AMSTERDAM

Atualizado: Jul 23

Uma das perguntas mais feitas pelos seguidores do Vida Laranja é como comprar ou alugar uma casa por aqui.


Se você planeja ficar por um período maior ou indeterminamente no país dos moinhos, você pode querer considerar a compra de sua casa.

Sabe porque? O valor de aluguel todo mês podem ( e normalmente são) bem mais caros do que as mensalidades de uma hipoteca, e além de acabar economizando, você estará pagando por uma propriedade sua, não é mesmo?





O expatriado precisa ter em mente 4 coisinhas na hora de procurar

seu cafofo:


  • A localização

  • Tipo do Imóvel

  • O preço / orçamento

  • O processo de compra

  • Localização


Qual bairro você quer morar? Você ficaria feliz em morar no centro da cidade onde tem mais turistas e movimentação? Ou você prefere bairros mais família e calmos? Estaria disposto em morar numa cidade fora de Amsterdam?





Centro da cidade


Super cheio de turistas, embora você possa encontrar muitas ruas tranquilas. Eu morei em uma por 2 anos no corações do centro da cidade. Os imóveis são bem mais antigos tipo a maiorias das as casas nos canais que são do século 17. Estas localidades são muito caras e muitas são usadas como escritórios comerciais. Os preços de moradia no centro da cidade são bem elevados e você precisa levar isso em consideração. Uma coisa boa, na minha opinião é a grande quantidade de coisas para fazer, é perto de tudo (tipo tem um mercado e uma farmácia sempre pertinho) e o que mais gosto: tem centenas de opções de comidas delivery! ;)

O bairro de Jordaan é o meu favorito.


Outros bairros interessantes


As áreas principais para se morar são Oud West e Oud Zuid - o elegante Bairro dos Museus), De Pijp e seus diversos restaurantes e multicultura. O bairro na orla do IJ é ótimo para famílias com crianças.


Amsterdam Oost e a adjacente Indischebuurt têm algumas reformas e desenvolvimentos acontecendo - embora sejam áreas mais baratas.


Outer Suburbs - Os locais mais baratos para os apartamentos incluem Osdorp e Slotervaart, que são acessíveis ao centro através de transportes públicos. Amsterdam Zuidoost (sudeste) teve problemas sociais no passado e sua arquitetura não é para todos os gostos - não vai achando que vai rolar aquelas casinhas fofas porque não vai. No entanto os preços dos apartamentos são muito mais baratos do que o centro de Amsterdam.


Amsterdam Noord





O Noord (onde eu moro agora) está passando por um desenvolvimento significativo com metro, novas construções e restaurantes aparecendo, no entanto, as áreas residenciais podem ser um pouco distante da cidade e é mais holandês do que internacional.


Outras Cidades


Para famílias maiores que procuram uma casa, considere Amstelveen. Este é um local bastante popular para expatriados, dada a sua proximidade com a zona empresarial de Amsterdam Zuidas e do Schiphol.


Amstelveen tem uma vasta gama de propriedades disponíveis desde apartamentos a moradias isoladas. Ligações de transportes públicos (eléctrico, metro, autocarro) são convenientes e também há muitos espaços de estacionamento gratuitos para os residentes - ao contrário do centro de Amesterdam, onde é necessário pagar ao município uma licença de estacionamento dispendiosa que demora para ser aprovado e até lá você paga uma fortuna todo dia de estacionamento na rua.

Outras opções para expatriados são: Haarlem, Zaandam, Almere e Lelystad ou Hilversum. Haarlem fica a apenas 15 minutos de trem do centro de Amsterdam. Tem um centro histórico fofíssimo e animado e fica pertinho da praia de Zandvoort, não que dê muito clima para ir a praia por aqui né?


Preço / Tipo de Propriedade




Desde a crise financeira, os preços dos imóveis nos Países Baixos diminuíram cerca de 25% em relação ao pico. Alguns proprietários ainda permanecem presos em patrimônio líquido negativo, o que significa que sua hipoteca é maior que o valor de sua casa. Nos últimos anos, o mercado imobiliário voltou a subir.


Então, como um comprador em potencial, o que você pode esperar? Obviamente, o preço depende do tamanho da propriedade e da localização - talvez seja necessário comprometer-se para obter o equilíbrio certo.


Num cenário barato de imóveis, um pequeno apartamento em um subúrbio começará em cerca de € 180.000; um apartamento de 2 a 3 quartos na área de De Pijp, em Amsterdã, custará entre € 350.000 e € 400.000.

Uma grande casa no centro de Amsterdã custará € 1 milhão, com endereços top de linha podem chegar a € 5 milhões!!!


Em Amstelveen você pode encontrar casas menores à venda por € 375.000, com as casas maiores em torno da marca de € 500.000 a € 1 milhão. Os preços em Haarlem são um pouco mais baixos do que Amstelveen.



Processo de compra na Holanda




Dê uma boa olhada na área em que você está interessado em morar. Pense em conexões de transporte, estacionamento, estabelecimentos comerciais / de entretenimento, escolas e assistência médica.


Se você precisar de uma hipoteca, vá a um grande banco holandês (por exemplo, ABN Amro ou ING) ou visite um especialista em hipotecas (Hypotheek Shop) para ver quanto você pode pegar e se pode pegar uma hipoteca na Holanda. Você precisará estar em período integral no emprego e ter uma autorização de residência válida.


Uma hipoteca holandesa típica dura 30 anos e você normalmente precisa colocar em torno de um depósito de 10%. Como sempre, com produtos financeiros complexos, você deve procurar aconselhamento especializado com seu banco. Minha experiencia foi bem rápido e prática (vimos quanto podíamos pegar, que documentos eram necessários, qual apartamento queríamos e o resto é burocracia) mas cada caso é um caso.


Procurando seu lar doce lar


Depois de ter um orçamento, inicie sua pesquisa de propriedades - funda.nl (em holandês e inglês) é o maior site de pesquisa de propriedades do país. Eu aconselho de cara já pedir ajuda e contratar um agente imobiliário. Assim suas ofertas serão muito mais consideradas, você terá acesso a novas propriedades antes de irem aos sites especializados e não perde tempo. Fora que é muito mais prático quando alguém está cuidando de tudo para você e já conhece os processos. Eles normalmente cobram uma taxa fixa ou 1-2% do preço de venda, e esse valor é pago no final de tudo e apenas se você encontrar de fato uma casa para compra com eles.


Dicas:


  • Veja várias propriedades para ter uma ideia do valor na área. Mas tenha em mente que como Amsterdam é super concorrida, o preço anunciado quase nunca (eu diria nunca) é o preço vendido. Você precisará oferecer mais dinheiro. Então sempre procure propriedades com valores abaixo do seu máximo de empréstimo (de 50 à 80 mil a menos).

  • Esteja ciente de que uma propriedade é de propriedade livre (vrij leen) ou um arrendamento do governo (erfpacht), onde o aluguel anual por terra é pago ao município, geralmente 1.000 €. (Que pode ser pago dividir em meses, mas isso seu agente imobiliário vai te aconselhar muito melhor do que eu).

  • Para os apartamentos, considere também quaisquer taxas para associações de habitação pela manutenção geral do edifício. Aqui quando você compra um apartamento você vira parte de uma associação. (Uma pentelhação e despesa a mais).


Gostei muito de uma apê, e agora?





Quando você encontrar um apartamento, você precisará fazer uma oferta adequada e negociar a partir daí. Mais uma vez, ter um agente experiente nessa hora faz muita diferença.

Se o vendedor aceitar sua oferta, um contrato temporário será assinado - qualquer uma das partes poderá cancelá-lo dentro de 3 dias. O depósito de 10% deve ser pago através de um banco dentro de 3 semanas (essa entrada muita das vezes já está incluída na sua hipoteca) Você perderá isso se resolver cancelar sua oferta após o período de três dias de reflexão, ou seja, esteja certo que quer mesmo comprar esse imóvel.


Será pedida uma inspeção detalhada da propriedade feita por um inspetor independente (olha a utilidade do agente imobiliário ai de novo! Esse inspetor vai dizer pro banco se o imóvel vale mesmo o valor da hipoteca que você está pedindo, e se ele disser que não você não tem o valor aprovado, por isso o agente é mais que importante já que ele indica o inspetor de “confiança” deles garantindo que o resultado da inspeção será um sucesso.


Se tudo estiver bem, o contrato final de transferência de compra (akte van levering) pode ser assinado no dia da troca em um cartório. O registro imobiliário holandês (Kadaster) será notificado sobre sua compra. Espere pegar as chaves e poder se mudar dentro de 8 a 12 semanas. Para não falantes de holandês é obrigatório pagar um tradutor indicado pelo cartório.

Depois de tudo isso é hora de planejar a mudança, contratar os serviços de luz, água, internet, aquecedor (sim aquecedor é obrigatório), gás… - aqui você precisa entrar em contato e contratar esses serviços, não é automático.



Se vocês quiserem eu faço um próximo post falando mais sobre esses serviços, deixa aqui nos comentários.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

2018 Vida Laranja. All rights reserved.© 2023 by Katarina.